Rolê boleiro em Buenos Aires parte 7 – All Boys!

Aproveitando o tão sonhado acesso do All Boys (veja mais aqui), falarei sobre como foi meu reencontro com o querido time do Bairro Floresta!

Recordando… No último post, estávamos nós, os 4 patetas, em pleno Monumental de Nuñez, visitando o estádio.

Agora, havia chegado o final de semana e era hora de assistir a uma partida em La B, a segunda divisão do futebol argentino… Vamos nessa??

Nem bem chegamos e já vimos a festa feita pelos Albos! O bairro parou para o jogo!

O Estádio fica no coração de Floresta, um bairro que fica há 1 hora (de ônibus) do centro de BsAs.

Seu nome é Islas Malvinas e é cheio de grafites.

Recentemente passou por uma ampliação ganhando mais 10 mil lugares.

Assim, apresenta arquibancadas em todos os lados do campo.

Olhando desse ângulo (estamos atrás do gol), do lado direito ficam as barras do time, no lado esquerdo e onde estamos os “torcedores comuns” e atrás do outro gol, o pessoal da imprensa que veio cobrir o jogo.

Esse é um estádio especial, pois foi a primeira cancha argentina que conheci pessoalmente!

A Mari também gosta, porque Floresta é um bairro com uma cara de interior, lembrando até Cosmópolis! 

Por coincidência, encontramos os amigos da banda “Tango 14” nas bancadas!

A barra “Peste blanca” além de muito barulho, também faz uma bonita festa visual, com trapos, faixas e centenas de bobinas de papel que são lançadas na entrada do time, em campo.

E os torcedores locais também participam da festa com seus trapos e cantos!

E mais uma vez, ficamos felizes em poder participar da história do futebol. Principalmente porque mesmo perdendo a partida por 1×0, o All Boys viria a subir para a primeira divisão.

Ah, um detalhe que merece explicação a parte. Na segunda divisão argentina, não é permitida a presença da torcida visitante. Assim, os torcedores mais malucos simplesmente ocupam (com vistas grossas de ambas diretorias) a parte que seria reservada à imprensa.

Assim, essa galera ali atrás do gol não é jornalista, nem nada, mas torcedores do Belgrano.

Como quase todas as torcidas fazem isso, geralmente não ocorrem maiores problemas de violência com essa galera. Aliás, mesmo com a derrota, a festa imperou pelo estádio naquela tarde de fevereiro.

Até os metaleiros do bairro compareceram!

Ah, como pode um jogo ser tão importante? O futebol une o bairro, a família…

Mesmo que em campo o jogo seja pegado!

Uma partida dessa oferece momentos eternamente guardados em nossas memórias. Mais do que ataques e defesas…

E quanta gente, hein?…

Já estávamos no fim de nossa temporada argentina, e no intervalo até sentamos um pouco pra descansar…

Ao fundo, uma singela homenagem da torcida a Pato Sgarra, torcedor símbolo do time, que faleceu em fevereiro de 2009.

Falando um pouco sobre o jogo, o All Boys esteve numa tarde inspirada, mas com más finalizações.

Foram várias chances perdidas.

E pra quem acha que é fácil jogar como visitante nos estádios portenhos…

Outra coisa que me agrada é estar ali próximo ao goleiro e ídolo Nicolas! O cara é gente boa e lembra aqueles jogadores antigos.

O jogo foi chegando ao fim e certa tristeza nos bateu. Eram os últimos dias em Buenos Aires e mais do que isso, muitos dias, semanas, meses até voltarmos a Floresta…

Mas, como diria o poeta…

Yo volverei a las calles…

Sei que mi barrio esperará…

Apoie o time da sua cidade!

Apoie o time do seu bairro!

Fim de semana na segundona!

Já que na sexta feira tínhamos curtido um rolê na minha área, o ABC, assistindo ao jogo do Palestra contra o Desportivo Brasil (veja aqui), nada mais justo que retribuir a gentileza e ir assistir a um jogo da Segundona na área da Mari.

O jogo foi no bonito Estádio Luís Perissinoto, a casa do Paulínia, com capacidade de 5 mil pessoas.

paulinia x cal bariri 15

O Estádio possui 2 lances de arquibancadas e uma tribuna de honra. O gramado é muito bom, principalmente se levarmos em conta que o time ainda está disputando a 4a divisão estadual.

paulinia x cal bariri 1

Este é o segundo ano do Paulínia como profissional no Campeonato Paulista e pelo que eu ouvi, o time conta com um bom apoio da prefeitura (vale lembrar que há uma grande refinadora de petróleo na cidade que gera grandes receitas ao prefeito).

O site do time é http://www.pauliniafc.com.br .

paulinia x cal bariri 3

Como já joguei futebol (ainda vou postar as camisas dos dois times poronde passei, “Garotos Podres” e “Autônomos”), fiquei pensando como devem ter sofrido os atletas que jogaram às 15hs da tarde com um sol escaldante.

Na arquibancada da torcida local não havia uma sombra sequer…  Tanto que no segundo tempo, por uma questão quase de saúde, foi liberado o acesso a arquibancada dos visitantes, pega sombra o tempo todo.

paulinia x cal bariri 2

Antes que alguém diga que a gente está copiando a idéia do “Jogos Perdidos” deixo claro que sou fã do trabalho dos caras, e só depois de chegar em casa é que soube que eles também estiveram no jogo.

paulinia x cal bariri 4

O melhor do estádio é que eles tem uma pastelaria embaixo da arquibancada. Pena que pra ver um jogo as 15 hs eu já tinha saído almoçado.

paulinia x cal bariri 5

O Placar é um daqueles tradicionais, com os números trocados pelo plaqueiro.

paulinia x cal bariri 6

Literalmente sol de rachar concreto, retratado na lente poética do fotógrafo boleiro…

paulinia x cal bariri 7

Dava pra ver pela nossa cara que o calor estava insuportável né? Mas quem disse que a gente foi pro outro lado. Ficamos ali, com a arquibancada só pra nós enquanto o Paulínia sofria pra vencer o jogo.

paulinia x cal bariri 8

Ah, outro detalhe interessante do estádio é que ele não tem entrada para torcida local.

Quer dizer, tem, mas ela fica escondida dentro de um estacionamento em frente ao estádio.

Depois de dar umas 2 voltas nele, um ambulante me informou como fazer pra entrar no jogo.

O legal é que vc chega na arquibancada por um túnel que parece aqueles de acesso ao vestiário. Olha que legal é a visão, detalhe para os policiais no “fim do túnel”.

paulinia x cal bariri 13

O jogo era contra o C.A.L. Bariri, time que joga de azul, e que vinha bem nas fases anteriores da competição.

paulinia x cal bariri 11

Mas, jogando em casa, o Paulínia fez valer a força do mando e com um gol no final do jogo, venceu a partida por 3×2 e se recuperou na competição.

Confira os comentários sobre o jogo em si no próprio site do time, neste link.

Na hora de ir embora, pude comprovar exatamente o calor que sentíamos. 35o.

paulinia x cal bariri 9

Mas acredite. Faça chuva ou sol, é sempre um enorme prazer conhecer um novo estádio e assistir a uma partida das divisões intermediárias do campeonato paulista.

Apoie o time de sua cidade, vá ao estádio!