82- Camisa do XV de Piracicaba

A 82ª camisa da coleção, presente da minha concunhada Júlia, vem do interior paulista, da tradicional cidade de Piracicaba, nome de origem tupi guarani que significa “Lugar onde o peixe para”, em citação ao famoso rio da cidade.

A história do time, nos leva ao início do século XX, quando existiam dois times amadores muito fortes na cidade, o Esporte Clube Vergueirense e o 12 de Outubro.

Em 1913, as famílias que comandavam estes times (os “Pousa” e os “Guerrini”) decidiram montar um time para representar Piracicaba. Carlos Wingeter foi escolhido como primeiro presidente, com a exigência de que o nome do time fosse XV de Novembro em Homenagem à data da proclamação da República.

Nascia assim o Esporte Clube XV de Novembro de Piracicaba.

Atualmente, o brasão do time passou por uma reformulação, apresentando-se assim:

Já na década de 20, o clube começou a mostrar sua força disputando os campeonatos regionais promovidos pela APEA (Associação Paulista de Esportes Atléticos), mandando seus jogos no Estádio da rua Regente Feijó, hoje, pasmem, transformado em um supermercado! (aliás, vale ler sobre a construção do estádio em www.aprovincia.com/padrao.aspx?texto.aspx?idcontent=377208).

Para quem não teve a chance de conhece-lo, que oficialmente chama-se Estádio Roberto Gomes Pedrosa, a “panela de pressão” do XV:

O XV chegou a sagrar-se campeão regional em 1922.

Na década de 30, disputou o tradicional Campeonato do Interior, do qual sagrou-se campeão, em 1931.

Com o profissionalismo chegando ao futebol, o XV conquistou o 1º Campeonato Profissional do Interior, em 1947, ainda sem acesso à Primeira Divisão.

No ano seguinte, foi bicampeão conquistando finalmente o acesso para a 1a Divisão da Federação Paulista de Futebol.

Assim, em 1949 o XV de Piracicaba estreiava no Campeonato Paulista da Primeira Divisão e logo de cara surreendeu. O time ganhou o Torneio Início da FPF (competição relâmpago que ocorria antes dos campeonatos).

Aqui, um apanhado sobre os troféus históricos conquistados nos primeiros anos de sua história:

E uma imagem do time de 1950:

Abaixo, o time de 1960:

E o do ano seguinte, 1961:

Achei um vídeo interessante deste time enfrentando o Santos:

Como curiosidade, vale citar a excursão que o time fez, em 1964, pela Europa e pela Ásia, jogando na Suécia, na Polônia, na Alemanha, na Dinamarca e nas então repúblicas soviéticas da Rússia, Ucrânia, Moldávia, Cazaquistão e Uzbequistão.

O time de 1965:

Em 1967 mais uma conquista da segunda divisão, trazendo o de volta à primeirona.

Em 1976, foi vice campeão, perdendo o título para  Palmeiras. 

Esse era o time de 1979:

Em 1983, conquistou o acesso de volta para a Primeira Divisão do futebol paulista.

Em 1995 foi Campeão Brasileiro da 3ª divisão, e foi nesse ano que o clube fez sua última participação (até o momento, em 2010) na primeira divisão do futebol paulista.

Depois desceu para a segunda e posteriormente para a terceira divisão.

Em 2005, o time conseguiu voltar para a segunda divisão, porém, novamente foi rebaixado.

Em 2008, o acesso no campeonato paulista da série A3 era mais do que esperado, mas mais uma vez o time não conseguiu… 

No segundo semestre o clube chegou à final da Copa Paulista, sendo derrotado pelo Atlético de Sorocaba no Barão de Serra Negra por 3×2.

O time manteve a base para o ano de 2009, mas… Novamente não deu… O time caiu na fase final da série A3 e o acesso outra vez escapou.

Até que em 2010, depois de um início irregular o XV finalmente alcançou o acesso à série A2.

O time possui váras torcidas como a Torcida Uniformizada Esquadrão Alvinegro e a Super Raça Quinzista.

Manda seus jogos no Estádio Barão de Serra Negra, inaugurado em 1965 em partida contra o Palmeiras, que terminou num 0 a 0, frente a mais de 15 mil torcedores piracicabanos.

O macote do XV de Piracicaba é o Nho Quim, mostrando com orgulho o caráter interiorano da população. Uma pena que atulmente tantas pessoas achem que ser caipira é algo perjorativo. Eu sou caipira!

E já que falamos em “caipirês”, que tal ouvir o hino:

O site oficial do Xv de Piracicaba é o www.xvpiracicaba.com.br e pra quem prefere a linguagem dos blogs, acesse  www.amaiordointerior.com feito pela torcida!

Anúncios

65- Camisa do Volta Redonda

A 65a camisa da coleção vem do Rio de Janeiro, e mesmo sendo da “terra do calor”, é uma camisa de mangas compridas, muito bonita e pertence ao Volta Redonda Futebol Clube.

Acabei de ver a apresentação da camisa para 2010 e as faixas voltaram a ser verticais, o que eu acho uma pena.

O time defende as cores, as pessoas e o nome da cidade de Volta Redonda e é também chamado de Voltaço, devido a atuação econômica da cidade, a siderurgia.

As origens da cidade de Volta Redonda são do ínicio do século XVIII, por volta de 1727, quando jesuítas residiram na região e formaram a Fazenda Santa Cruz, que servia de descanso para quem fazia a rota Rio de Janeiro/ São Paulo.

O curioso nome da cidade foi dado por garimpeiros que achavam diferente a curva do Rio Paraíba do Sul.

O site oficial do time é  www.voltaco.com.br .

Nos anos 70, a ditadura militar considerava Volta Redonda como Área de Segurança Nacional, devido ao potencial revolucionário que ofereciam os milhares de operários da CSN (Companhia Siderúrgica Nacional).

Potencial que virou realidade em 1988, quando os operários da CSN realizaram uma das maiores greves da história do Brasil.

Os cerca de 8 mil operários enfrentaram a polícia e o exército.

O resultado? 3 mortos e vários feridos após uma ação de invasão do exército.

Mesmo assim, a greve não teve fim e ainda contou com o apoio de 12 mil pessoas da comunidade, que de mãos dadas foram mostrar seu repúdio à ação militar.

A greve só foi terminar após novas negociações e a obtenção de parte dos direitos desejados.

Anos mais tarde a CSN seria privatizada e cerca de 70% de seus funcionários demitidos.

Aos “fuzilados da CSN” fica o registro eterno feito pela banda “Garotos Podres” (só a música é deles, o clip foi feito por algum fã):

E foi em torno da paixão esportiva dos operários da CSN que o futebol se desenvolveu na cidade.

Vale lembrar que de 1960 a 1975 existiam dois estados distintos: Guanabara e Rio de Janeiro, por isso só em 1979, as duas federações se unificaram e tornou-se necessário escolher um dos clubes da cidade para representar Volta Redonda no estadual.

E assim, em 09 de fevereiro de 1976, o até então “Clube de Regatas Flamengo de Volta Redonda”, agora “Volta Redonda Futebol Clube” com as cores preto, branco e amarelo e o distintivo inspirado no município se tornou o clube profissional da cidade.

Enfim, a cidade teria o seu representante no Campeonato Carioca.

Alguns times da época:

Abaixo, o time de 1976:

Mais uma equipe que jogou os anos 70:

A primeira partida do Volta Redonda no estadual foi uma vitória 3 a 2 contra o Botafogo, no Estádio Raulino de Oliveira (devidamente reformado pelos operários da CSN e agora comportando 25 mil torcedores).

O Volta Redonda participou de três brasileirões (Série A), em 1976, 1977 e 1978.

Em 1987, o Voltaço conquista a segunda divisão carioca de 1987, veja as fotos:

O título da segu7ndona carioca seria conquistado novamente em 1990.

Foi campeão da Copa Rio em 1994, 1995, 1999 e 2007 (aliás é o maior ganhador dessa competição. Não conhecia a Copa Rio? Veja mais em http://pt.wikipedia.org/wiki/Copa_Rio).

Em 1995, foi Vice Campeão Brasileiro da Série C, quando perdeu o título para o XV de Piracicaba.

Em 2004, conquista novamente a segunda divisão do Campeonato Carioca.

Já em 2005, chega ao vice-campeonato estadual, tendo conquistado a Taça Guanabara (perdeu o título para o Fluminense).

Vale a pena conferir o clip feito pela torcida para 2005:

O mascote do Volta Redonda é a Jaguatirica:

Ouça o hino do clube:

Manda seus jogos no Estádio Estádio Raulino de Oliveira:

Faça um tour virtual pelo estádio, clicando aqui.

Possui uma torcida presente, ainda bastante familiar e que tem muito carinho pelo time, mas sofre com a questão dos torcedores mixtos, devido à proximidade com a capital.

E possui várias organizadas, como  a TOV (Torcida Organizada Voltaço), Império Jovem e a rapaziada da Super Jovem do Voltaço, que encerra esse post:

Apóie o time da sua cidade!

62- Camisa do Assisense

A 62 Camisa de Futebol da minha coleção pertence a mais um clube da cidade de Assis, onde meu pai morou antes de vir para Santo André. Consequentemente, sempre estive por lá no natal ou férias. Desde ue minha vó faleceu (2002) nunca mais fui pra Assis, vamos ver se em 2010, eu consigo ir.

Após eu ter postado sobre o VOCEM e sobre a Ferroviária (é só clicar no nome dos times para ver os posts), enfim chegou avez do Clube Atlético Assisense.

O Assisense foi fundado em 27 de março de 1995, por pessoas ligadas a uma Escolinha de Futebol que tinha parceria com o Cruzeiro (MG).

Por isso adotou o azul e branco como suas cores oficiais (por coincidência, também as cores da cidade de Assis).

Vários órgãos da cidade e empresários, amantes do futebol apoiaram o novo Clube, já que o VOCEM antiga paixão da cidade parecia ter se desinteressado do futebol profissional.

O escudo do time é o brasão da cidade com o nome da equipe e o ano de fundação.

Seu mascote é o Falcão e como a cidade está situada no Vale do Paranapanema, o time ganhou o o apelido de “Falcão do Vale”,.

Manda seus jogos no Estádio Antônio Viana Silva (conhecido como Tonicão), com capacidade para 10.000 torcedores e que fica na Vila Operária, próximo ao parque Buracão (o parque é quase uma cratera, muito legal). Esse estádio também era usado pelo VOCEM.

O clube profissionalizou-se em 2003, quando a equipe participou da Série B3 do Campeonato Paulista, mas foi eliminado ainda na primeira fase.

No ano seguinte, o Assisense ganhou um forte patrocínio e montou um elenco competitivo. Mas na última fase, quando todos davam como certo o acesso, o time sentiu a pressão e foi eliminado da série B 2004.

Assim, em 2005, boa parte dos empresários e torcedores abandonaram o time, que acabou eliminado na segunda fase.

Em 2005, com a unificação da Série B do Paulista (atual de Segunda Divisão) o time jogou contra equipes mais fortes, mas  mesmo assim, o Assisense conseguiu passar da primeira fase, eliminado na segunda.

No fantástico blog do “Jogos Perdidos“, encontrei algumas fotos do time. Essa é de 2005:

Já em 2006 e 2007, o time não conseguiu passar da primeira fase na Segunda Divisão. Veja o time de 2007:

E veja o time jogando contra o Tupã, nesse mesmo ano:

Em 2008 e 2009, o Assisense fez fraca campanha e não conseguiu chegar sequer à segunda fase da Segunda Divisão.

Veja o time atuando em 2008:

E o time daquele ano:

De positivo fica a marca de 100 jogos completados este ano como profissional, uma marca difícil de ser atingida por um clube que segue batalhando na série B do Paulista, sem se vender a nenhuma empresa.

Abaixo o retrospecto do time:

Ano J V E D GM GS SG AP.%
2003 10 2 3 5 11 15 -4 30
2004 26 14 9 3 39 21 18 65
2005 18 9 6 3 25 15 10 61
2006 12 5 1 6 19 20 -1 44
2007 14 4 1 9 24 37 -13 31
2008 10 2 2 6 12 26 -14 26
2009
14 2 2 10 16 42 -26 19

Sim, 2009 foi o ano de pior aproveitamento e desde 2004 o time vem em decadência nesse critério… Esse foi o time responsável:

O time tem investido muito nas categorias de base, e já tem revelado (e vendido) bons jogadores para outras equipes, por isso, o elenco do time que disputará a série B do Paulista 2010 pretende utilizar muitos desses jogadores das categorias de base. Veja a molecada massacrando o Bariri:

O time possui uma organizada, a Torcida Comando Azul. No orkut, existe uma comunidade dedicada ao time, veja em : www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=8633253

Só para citar a fonte, algumas informações deste post foram obtitdas a partir da pesquisa de Nestário Luiz.

Espero assistir ao menos um jogo do time em 2010, e se conseguir eu posto aqui! Abraços e não se esqueça…

APOIE O TIME DE SUA CIDADE!

59- Camisa do Coritiba

 abril-199

59a Camisa de Futebol do nosso blog é a camisa do Coritiba Foot Ball Club.

É uma réplica, comprada num calçadão em Curitiba por R$16. Adoro réplicas bem feitas a preços camaradas… Por que não se pode ter camisas oficiais mais baratas?? Pô, de R$16 pra R$116 é demais….

A Camisa do Coritiba lembra muito a do Celtic, ou do Sporting de Portugal, e eu acho uma combinação de cores ótima para listras horizontais. O detalhe é para o número dourado, que também acho bonito:

abril-204

Bom, mas falemos sobre o Coritiba Foot Ball Club, dono da camisa, sem dúvida um dos maiores clubes brasileiros.

Confesso que me sinto um pouco constrangido para falar de grandes clubes, então, antes de mais nada, se quiser ver o que eles mesmos falam, o site do time é www.coritiba.com.br .

O Coritiba foi fundado em 12 de outubro de 1909, ou seja, festejou, esse ano seu primeiro centenário.

coritiba centenario

O clube nasceu graças a Frederico Fritz Essenfelder, um dos membro de um grupo de atletas que praticavam ginástica, que apareceu com uma bola e apresentou o jogo aos colegas.

Frederico Fritz Essenfelder

Logo, todos estavam completamente apaixonados pelo esporte e decidiram fundar um clube só de futebol. Nascia o Coritibano Football Club.

No dia 23 de outubro de 1909, tiveram seu primeiro jogo contra um time de funcionários da estrada de ferro de Ponta Grossa .

Abaixo, a foto do time que jogou sob o nome Coritubano:

 

coritiba1909

Até 1916, usou a área do Jóquei Clube Paranaense como campo.

coritiba 1912

Jogo no Jóquei Clube, em 1912

Em 1910, o nome do clube foi alterado para Coritiba, grafia européia, utilizada na época para designar a cidade. As cores, verde e branco, são uma referência às da bandeira do estado.

Em 1915 o clube participa de sua primeira competição oficial, e no ano seguinte, conqusitou seu primeiro título, no campeonato estadual.

coritiba1916

O time é popularmente chamado de “Coxa Branca”, devido aos seus primeiros times serem formados basicamente por descendentes de alemães. Um dos possíveis criadores do apelido seria Jofre Cabral e Silva (torcedor e anos mais tarde, presidente do rival Atlético Paranaense) que tentava irritar o zagueiro Hans Breyer, chamando-o de “Coxa Branca”.

As décadas de 20 e 30, trouxeram muitas novas conquistas ao clube, mas sem dúvida, o maior presente foi a inauguração do Estádio Belfort Duarte, em 1932.

estadio

Não dá pra resumir em um único post tanta história, então só para citar, os anos 40, 50 e 60  foram repletos de títulos e conquistas.

Em 1969 o Coritiba faz a primeira excursão para o exterior.

No ano seguinte, montou um time cheio de estrelas, visando aumentar o público e assim conseguir recursos para ampliação do Estádio Belfort Duarte.

A década de 70 é chamada de década de ouro, graças a hegemonia conquistada no futebol paranaense.

Conquista um hexacampeonato estadual, maior seqüência de vitórias na história do profissionalismo no futebol paranaense, e chega em quinto lugar na primeira edição do campeonato brasileiro, de 1971.

coritiba1971

Em 1977, o nome do estádio é alterado para Major Antônio Couto Pereira, em homenagem ao falecido presidente do clube.

Cópia de ferias fim de 2008 039

A década de 80 inicia-se em alto estilo, e o Coxa fica em terceiro no campeonato brasileiro de 1980.

Mas o grande ano do time é 1985.

Com um elenco modesto (do qual fazia parte o goleirão Rafael, e seu bigodão, que dizem terperdido a orelha num jogo, ao enroscar-se com a rede do gol…), e comandados por Ênio Andrade o Coritiba chega a final contra o não menos desacreditado Bangu.

coritiba1985placar

A final, em pleno Maracanã é decidida nos penaltys. Veja como foi:

Campeão nacional, o Coxa participa da Libertadores da América de 1986, mas faz uma campanha discreta.

Em 1987, lembro bastante do Coritiba porque ele foi um dos times a disputar a Copa União (e consequentemente estar em um dos melhores álbuns brasileiros de figurinhas de futebol).

coritiba_1987

Em 1988 o Coritiba quase cai para a segunda divisão paranaense.

Em 1989, apósperder o mando de campo, o time foi obrigado a enfrentar o Santos em Juiz de Fora, um dia antes de jogar contra o Vasco. O time compra a briga e ganha na justiça comum o direito de adiar a partida. Assim, não enfrenta o Santos e como punição é rebaixado pela CBF para a Série B.

O time só retornaria à primeira divisão em 1995, no último jogo sendo disputado contra nada menos que o rival Atlético Paranaense, e veja como foi:

Em 1997 o Coxa é campeão do Festival Brasileiro de Futebol.

Em 1998 foi eliminado pela Portuguesa nas quartas-de-final.

Em 2002, brilha como uma das melhores equipes do campeonato brasileiro e lança o projeto de clube-empresa.

Em 2003 chega em quinto no Campeonato Brasileiro e conquista o direito de disputar a segunda Libertadores da América de sua história.

Mas no ano seguinte é novamente eliminado precocemente da competição sulamericana.

Em 2005, o time foi rebaixado para a Série B da competição, assim como Atlético Mineiro, Paysandu e Brasiliense.

Em 2007, conquista o acesso à Serie A do Campeonato Brasileiro, sagrando-se campeão da Série B .

coritiba2007

campeao2007

Time campeão

E agora, em 2009, o time está lutando para não cair novamente.

Como estivemos por Coritiba no fim do ano passado, eu e a Mari não resistimos em fazer um tour pelo Estádio..

ferias-fim-de-2008-024

A Mari se encantou com o estilo old school do Estádio do Coxa.

ferias fim de 2008 002

A arquibancada é mesmo muito grande, principalmente quando você está sozinho no estádio…

ferias fim de 2008 026

Fomos muito bem recebidos pelo assessor de imprensa do clube, mesmo sendo no mesmo dia em que ele iria apresentar o novo técnico do time (na época Ivo Wortmann)

ferias fim de 2008 030

Essa foto abaixo é um poster que está na parte interna do estádio. Maravilhoso não?

ferias-fim-de-2008-012

O estádio Major Antônio Couto Pereira é o maior do Paraná, e hoje tem capacidade para 37.182 pessoas. Vale lembrar que alguns torcedores o chamam de Alto da Glória (nome do bairro).

O mascote do Coritiba é um velhinho, o Vovô Coxa, em alusão ao time ser o mais antigo do Paraná:

coritiba-pr-mascote

Fica nossa homenagem e respeito aos 100 anos de existência do Coritiba.

Apoie o time da sua área!

56- Camisa do FBC Melgar de Arequipa

final-de-semana-258

A 56a Camisa de Futebol vem do Perú, da cidade de Arequipa, que fica a 2.300 metros de altitude, num vale da cordilheira dos Andes. A cidade teria sido fundada em 15 de Agosto de 1540, pelo explorador espanhol, Francisco Pizarro, no local de uma antiga cidade inca.

arequipa-163185-sw

O time dono da camisa é o FBC Melgar Arequipa. FBC é a sigla de Foot Ball Club.

O FBC Melgar foi fundado em 1915, por um grupo de jovens que se reuniam no Parque Bolognesi, hoje Parque Duhamel para jogar futebol. Nasceu como “Juventud Melgar“.

Além do futebol a união destes jovens se deu em torno da música, principalmente por Mariano Melgar, cantor romântico que deu origem ao nome do time. Eram tempos de boemia juvenil, que não tem mais o mesmo valor hoje em dia, mas que ainda ressoam como ecos distantes pela cidade…

1815melgar

O FBC Melgar é o clube mais querido de Arequipa, por ser o único da região que se mantém na primeira divisão, desde 1971, quando conquistou a Copa Perú. Só pra ficar claro, esse é um clube “provinciano”, ou seja, não está na capital (Lima), o que faz as coisas serem muito mais difíceis.

portada

O time é considerado a 4a força do futebol peruano, pelas boas campanhas que já realizou, e por isso, possui uma grande torcida.

Faz com o Cienciano (já mostrei a camisa dele, veja aqui!), clássico de maior rivalidade, por serem os clubes de províncias como maiores torcidas no Perú. Aliás, existe um site muito legal feito pelos torcedores: www.hinchasfbcmelgar.com .

lahinchadaqvenvncaab_171620

Bom, vale lembrar alguns pontos da história do clube. Em 1919, viaja pela primera vez a Lima para participar de um torneio amistoso.

Em 1930 fez uma turne pelo Chile, sua primeira apresentação internacional.

Em 1937, representou o futebol do sul do Perú no campeonato nacional, terminando na posição 9 da tabela.

Aliás, pelo fato do time ser da região sul, o time é chamado de “O leão do sul”:

leondelsur

Dando sequência na história do time, em 1962, foi Campeão da Segunda Divisão de Arequipa, e em 1964 conquistou o título da primeira divisão e o bicampeonato em 1965.

Em 66, o fato que mais marcou foi terem enfrentado o Santos de Pelé:

fot66

Nesse ano, graça ao seu prestígio na região, foi convidado pela Ferderação Peruana a disputar o primeiro Campeonato de Futebol descentralizado. No plantel do time que disputou esse campeonato, existiam dois brasileiros, Puglia y Oliveira, e o FBC Melgar terminou em 8o lugar.

fot67-69

Em 1971, conquistou a Copa Perú.

Outro título importante foi o conquistado em 1981 (única vez que um time do interior realizou o feito). No jogo final, o time rubronegro só precisava de um empate para sair campeão do Estadio Nacional de Lima, frente a 35 mil torcedores adversários, e com um 1×1, conseguiram o título e o direito de disputar a libertadores de 1982.

melgar_campeon81

Na Libertadores de 1982, caiu no grupo do também peruano “Municipal” , além dos paraguaios “Olimpia” e “Sol de América”, sendo eliminado ainda na primeira fase, graças a uma fórmula que só dava sequência ao primeiro colocado do grupo. (veja mais informações sobre esta libertadores aqui: www.rsssf.com/sacups/copa82.html)

Em 1983, chegou ao vice campeonato, e mais uma vez com o acesso à Libertadores, do ano seguinte, onde caiu no grupo dos times da Venezuela, e acabou novamente se despedindo ainda na primeira fase.

melgar83

O time foi Campeão da “Regional Sul” oito vezes nos anos seguintes ( 81,82,84,86,90-I, 90-II, 91-I y 91-II).

O mais legal é que sempre se montou o time com jogadores locais, da região de Arequipa, bem diferente do que se faz aqui pelo Brasil.

O primeiro estádio do FBC Melgar foi o “Campo de Santa Marta”, hoje, um presídio.

Assim como muitos clubes no mundo todo, o FCB Melgar enfrentou diversas crises economicas corredo por vezes o risco de desaparecer.

portada

Manda seus jogos no Estádio Mariano Melgar, com capacidade para 20 mil torcedores, e foi um dos estádios utilizados no Campeonato Sulamericano Sub 17 de 2001. Que tal uma olhada no estádio?

Abaixo algumas fotos que encontrei pela net:

mariano_melgar

melgarpe3

O site oficial do time é www.fbcmelgaraqp.com .

Pra quem gosta de vídeos, existem uma porção deles no youtube, segue abaixo um que mostra um pouco da torcida do time:

Boa sorte ao Melgar!

54- Camisa da Seleção de Israel

final de semana 022

A 54a camisa de futebol do blog é novamente de uma seleção, a Seleção Israelense de Futebol, que representa Israel nas competições de futebol da FIFA.

logo_israel

A relação de Israel com o futebol mostra a força desse esporte. O Estado de Israel foi criado por um decreto da ONU em 1948, mas a Associação de Futebol Israelense funciona desde 1928.

israel

Um dos primeiros duelos entre brasileiros e israelenses se deu numa excursão do Cruzeiro a Israel, em 1953, onde foi feita a foto abaixo:

cruzeiro israel

Apesar de não ser um país europeu, atualmente, compete nas competições europeias.

A seleção israelense chegou a sagrar-se campeã continental asiática, em 1964. Encontrei um blog que oferece uma bela descrição da partida final, no Estádio Ramat-Gam lotado (35 mil israelenses estavam lá). Para ler, clique aqui  (o post está logo após o texto sobre a excursão do Santos de Pelé por lá).

Seguindo a história, após disputar as eliminatórias com seleções da Ásia e da Oceania, classificou-se pela primeira vez para uma Copa do Mundo, a do México, em 70.

Spiegler1969

Essa geração era encabeçada por Mordechai Spiegler, autor do único gol de Israel em Copas, contra a Suécia e que conseguiu jogar no Paris Saint Germain e depois no New York Cosmos, ao lado de Pelé.

124_mordechai_spiegler

Quando sua permanência nas disputas asiáticas tornou-se insustentável, Israel virou nômade.

Assim, no início dos anos 80, disputou as eliminatórias européias, assim como fizera para as Copas de 54, 62 e 66. Terminou a competição na lanterna de seu grupo.

Para as Copas de 86 e 90, tentou a sorte na confederação da Oceania, e chegou a disputar o play-off contra o representante da América do Sul, a Colômbia de Valderrama, Higuita e cia, e após empatar por 0x0, no estádio Ramat Gan, perdeu de 1 a 0 em Bogotá.

E já que falamos de novo no estádio Ramat Gan, que tal uma olhada nele?

Ramat_Gan_Stadium

O Estádio fica no Distrito de Tel Aviv na cidade de Ramat Gan, e foi construído em 1951. É o maior estádio do país com capacidade de 41.583 lugares;

Voltando à seleção, em 92, Israel filiou-se à Uefa. o que colaborou com uma notável melhoria do nível da seleção, prova disso é que mesmo não tendo se classificado à Copa seguinte (94), eliminou a França da disputa com uma vitória em pleno Parc des Princes, por 3 a 2.

Mesmo não tendo se classificado para a Copa nas três últimas eliminatórias seguintes (1998, 2002 e 2006), Israel não perdeu nenhuma partida em casa.

selecaoisrael

É, já há alguns anos, a vaga para a Copa tem se aproximado, e dessa vez a chance era ainda maior, já que caiu em um grupo da eliminatória mais fraco (diferente dos anos anteriores).

Entretanto, faltando duas partidas para o fim das eliminatórias, Israel ocupa o 4o lugar do grupo. Veja informações atualizadas aqui.

De toda forma, o vídeo abaixo reforça as esperanças da torcida israelita na disputa da Copa de 2010:

Vale lembrar que o futebol não tem cor, partido nem religião. E por isso horas tem colaborado, e horas até atrapalhado na difícil relação política/religiosa que envolve Israel e os países árabes, em especial a Palestina.

Pra se ter uma idéia, foi desenvolvida uma campanha da Cellcom, tentando passar uma mensagem de quepessoas de qualquer religião, raça ou gênero podem se comunicar em qualquer situação, estimulando uma possível coexistência pacífica, veja:

Entretanto, manifestantes palestinos consideraram o vídeo um erro, por tentar esconder o que de fato eles vivem por lá, e então jogaram narede um vídeo resposta:

Como disse, é uma situação difícil, e o futebol está dos dois lados do muro que hoje separa o território israelense dos demais territórios árabes. É uma longa, sangrenta e triste história, que o mundo faz de conta nem existir.

Maiores informações no site: http://eng.football.org.il ou se você quiser treinar seu hebraico:  http://football.org.il .

Pra finalizar, vamos às arquibancadas israelitas:

52- Camisa do Botafogo (PB)

botafogo pb

A 52a camisa de futebol do blog veio da Paraíba, e foi presente do “seo” Milton, avô da Mariana, que esteve viajando pelas belas e quentes praias da região, este ano.

Joao Pessoa

A camisa pertence ao Botafogo Futebol Clube que defende a cidade de João Pessoa, capital da Paraíba.

Eu conheci o Botafogo “pessoalmente” no ano de 2003, quando o time formou o quadrangular final da série C, contra o rival local Campinense, além do Ituano e do meu Santo André. Esse era o time daquele ano:

botafogo pb 2003

Na ocasião, no penúltimo jogo do campeonato, o Santo André perdeu em casa para o Botafogo, quando uma vitória colocaria o Ramalhão na série B. Mas mesmo com esse resultado, subiriam após a última rodada os dois times paulistas. Foi assim:

Mas lembremos um pouco da história do clube. O Botafogo nasceu numa Assembléia, no dia 28 de setembro de 1931, onde participaram os fundadores Beraldo de Oliveira, Manoel Feitosa, Livonete Pessoa, José de Melo, Edson de Moura Machado e Enock.

Beraldo de Oliveira

Beraldo de Oliveira

O início do time foi humilde, a verba para compra dos primeiros materiais esportivos veio de dona Sebastiana de Oliveira, mãe do então fundador e primeiro presidente do clube, Beraldo de Oliveira.

O time também é chamado de Belo, apelido que nasceu da vibração de um gol do então conselheiro do time  Antônio de Abreu e Lima que gritou o adjetivo com tanta vontade e por tantas vezes, que levou os torcedores a se unirem e gritarem juntos.

O time é o maior vencedor de campeonatos estaduais da Paraíba, com 26 títulos, e essa história de conquistas começa pela extinta Liga Suburbana, quando em 1936 conquistou seu primeiro título decidindo contra o time do Sol Levante. Abaixo, uma lembrança do time campeão daquele ano:

botafogo-1936

Logo, o clube se filiou à Liga Desportiva Paraibana, também já extinta e aos poucos foi montando uma equipe forte, com reforços de grandes times como o Palmeiras e o Vasco.  O goleiro Pagé era um dos destaques.

Abaixo uma foto da equipe que conquistou o Paraibano de 1957:

botafogo pb

Até os anos 70, o Botafogo era alvinegro, mas graças a José Flávio Pinheiro Lima um sãopaulino que assumiu a presidência do Botafogo, o vermelho foi acrescentado às cores do time em homenagem ao time tricolor.

botafogo-pb

Abaixo imagens que achei de um jogo do time de 1976, contra o Fluminense:

Em 1982, o Botafogo-PB foi apelidado pela revista Placar, como o “Matador de Tricampeões”. Essa denominação surgiu devido as vitórias sobre o Flamengo e o Internacional no Brasileirão. Esses dois clubes chegaram à competição como tricampeões de seus estados e foram derrotados por um dos melhores elencos da história do Belo.

matador de tricampeoes

No ano de 1998, o Botafogo realizou uma de suas melhores campanhas no futebol estadual de todos os tempos. Campeão dos 3 turnos, disputou a final contra o Campinense, diante de um público de 44.268 pessoas. Sagrou-se campeão com um 2×0.

botafogo-1998

Mas o Campinense não é o maior dos rivais do Botafogo. Esse cargo fica para o Treze que possui uma boa torcida no estado. Juntos fazem o “Clássico Tradição“, disputado desde o início da década de 1940.

treze

O Mascote do Botafogo é o Xerife, e segue a versão criada por Juarez Corrêa, um dos maiores desenhistas de mascotes de times de futebol.

mascote botafogo paraiba

O Botafogo possui uma bela loja oficial na praia de Tambaú, em João Pessoa onde vende vários produtos e serve também como ponto de encontro para os torcedores em dias de jogos.

Manda seus jogos no Estádio Almeidão, com capacidade de 40 mil alvinegros.

Almeidao1

Almeidao2

Almeidao3

As duas últimas fotos do estádio eu peguei do excelente blog do pessoal do “Jogos Perdidos“.

Uma coisa interessante é que para alguns estudiosos, houve um erro na contagem do Gol 1000 de Pelé, e na verdade ele teria acontecido no amistoso contra o Botafogo, em 14 de novembro de 1969. Encontrei um vídeo sobre este jogo:

Maiores informações sobre o time, acesse o site oficial: www.botafogopb.net

O time possui várias organizadas, como a “Torcida Jovem do Botafogo” (1997), a “Torcida Organizada Império Alvi-Negro” (2004), a  “Torcida Organizada Fogomania” e a G.R.S.C. ONG. Bota Paz nos Estádios (2008). Existe também um site bem completo feito por torcedores: www.belonet.net.

Há um vídeo bem legal que aparentemente foi feito pelo pessoal desse site:

Além disso, existe um livro lançado em sua homenagem, chamado “Memória do Botafogo”, do professor Raimundo Nóbrega.

E vale comentar a homenagem feita pela ESPN (a mesma que eu critiquei aqui) no fantástico programa Loucos por Futebol:

Pra terminar, normalmente comemoramos um gol do time junto da torcida, mas que tal inverter e comemorar um gol da torcida no Almeidão?

Exposição de Camisas e outros ítens no Museu do Futebol (SP)

MAIO 006Putz, que vacilo… Tinha escrito esse post há um mês e esqueci de publicá-lo…. Espero que ainda esteja atual…

Pra quem assim como eu curte camisas de futebol, vale a pena visitar (ou revisitar) o Museu do Futebol de São Paulo.

É que tem uma nova mostra itinerante (naquele local onde antes estava a mostra do Pelé), e ela traz a público “objetos colecionáveis” relacionados ao futebol.

São flâmulas, times de futebol de botão e camisas.

O meu destaque fica por conta dessa, da década de 90, do Santo André, que nem é tão antiga, mas ninguém mais tem (nem eu….). Aliás, se você tiver essa camisa e quiser me doar….

37- Camisa do Olimpo

feriado 200

Com a Camisa do Olimpo, voltamos à Argentina, graças ao presente do amigo e “brother in football” sr. Mandioca, que devido ao seu polêmico post, agora também é chamado de “Mano Corinthians”.

O Mandioca (vocalista do Fora de Jogo, banda que eu também toco) esteve na Argentina por duas vezes esse ano, o cara ficou a vida toda sem ir e agora foi assim, duas seguidas…. Mas eu sei como é… A Argentina é mesmo um lugar mágico pra quem gosta de rock, política e futebol.

mands

Mas vamos ao nosso propósito. O Mandz me deu de Presente a Camisa do Club Olimpo de Bahía Blanca, el “Capo del Sur”, cujo site oficial é o www.aurinegro.com.ar .

olimpo_176x220

O clube foi fundado em 15 de Outubro de 1910 em Bahía Blanca, uma cidade distante cerca de 650km da capital Buenos Aires.

BahiaBlanca-Abril-2008

Jorge Avellanal foi o primeiro presidente, e logo decidiram em assembléia que o nome do time seria Olimpo, numa referência ao monte que a mitologia grega diz ser a “berço e morada dos Deuses”. E foi o presidente quem propos as cores preto e amarelo, já que era simpatizante do Penarol, por ter nascido no Uruguay.

Hoje o clube é o mais importante da cidade de Bahía Blanca, atuando não só no futebol, mas em outros esportes.

Mas é o futebol o centro das atenções, e é o maior ganhador da história da “Liga del Sur” além de ser o primeiro time da região a disputar uma competição nacional.

Manda seus jogos no Estadio Roberto Natalio Carminatti

remodelacion_02

Carminatti2

olimpo

Apesar de ser um time distante da capital, possui uma torcida apaixonada e que comparece, confira esse especial de imagens:

E como em todos os lugares, e não só no futebol, em Bahia Blanca também existe a questão da violência. No final de fevereiro deste ano, Daniel Guzmán, líder da “Barra Brava” do time foi assassinado, no bairro Bajo Rondeau. Aparentemente o autor do crime foi outro torcedor do time, numa clara disputa pelo poder.Uma pena, mas uma realidade.

Após uma boa temporada em 2006/2007, o time foi mal na temporada seguinte e atualmente disputa a “B”.

Pra finalizar, e melhorar o clima, compartilhe alguns momentos no estádio no meio da hinchada:

28- Camisa do Independiente (Argentina)

dsc04807

Aproveitando minha viagem, vou falar dessa camisa que chegou a mim pelo amigo Oliver (foi ele quem me conseguiu a do Yoklomaha Fluggels também).

O mais legal dessa camisa é que o Gui (baterista da banda que toco, o Fora de Jogo) é apaixonado pelo Racing, o maior rival deles, assim, além de ser uma camisa muito bonita (o tecido é aquele algodão antigo) eu ainda consegui um ítem pra causar uma polêmica com ele hehehe.

O site oficial do time é www.independiente.com .

independiente-logo

O Club Atlético Independiente é um time de Avellaneda, um Município da Grande Buenos Aires, mais ou menos como é qualquer cidade do ABC em relação à grande de São Paulo.

É conhecido por ser o time que mais ganhou Libertadores, foram 7 títulos. É chamado de “El Rojo” ou “Los Diablos Rojos” .

diablo-800x600ll

A rivalidade com o Racing chega a ser curiosa, se pensarmos que os estádios estão distantes algumas quadras um do outro. Aliás, o estádio do Independiente é o “Libertadores de América”, também conhecido como “La Doble Visera”, com capacidade para quase 53 mil pessoas.

independiente

 

 

A torcida do Independiente é bem barulhenta, tive a oportunidade de ver a chegada da barra ao estádio do Huracan no último clássico de Avellaneda. Existe um site bem interessante feito pelos torcedores: www.infiernorojo.com

E que tal comemorar um gol com los rojos?

Abraços!

Recordando as 20 primeiras

Bom, pra quem se perdeu, o blog “As mil camisas” já apresentou 20 camisetas de times diferentes, e elas foram:

1- Santo André (SP). Veja aqui o post.

final-de-semana-016

 

 

 

2- Seleção da Bolívia. Veja aqui o post.

 praia-012

 

 

 

 

3- Oriente Petrolero (Bolívia). Veja aqui o post.

 praia-016

 

 

 

4- Tuna Luso (PA). Veja aqui o post.

tuna-luso-0061

 

 

 

 

5- Seleção do País de Gales. Veja aqui o post.

paisdegales

 

 

 

 

6- Boca Juniores (Argentina). Veja aqui o post.

 tarde-052

 

 

 

 

7- Imbituba (SC). Veja aqui o post.

 sta-catarina-007

 

 

 

 

8- Ceará (CE). Veja aqui o post.

 ceara

 

 

 

 

9- The Celtic Football Club (Escócia). Veja aqui o post.

 camisas-de-tarde-010

 

 

 

 

10- União São João de Araras (SP). Veja aqui o post.

camisas-de-tarde-001

 

 

 

 

11- Universidad Católica (Chile). Veja aqui o post.

bienal-009

 

 

 

 

12- VOCEM (Assis – SP). Veja aqui o post.

niver-mau-008

 

 

 

 

13- Seleção da Argentina. Veja aqui o post.

camisas-de-tarde-006

 

 

 

 

14- Sport Recife (PE). Veja aqui o post.

niver-mau-0111

 

 

 

 

15- Yokohama Fluggels (Jaoão). Veja aqui o post

dsc04812

 

 

 

 

16- Beitar Yerushalaim (Israel). Veja aqui o post.

dsc04814

 

 

 

 

17- The Strongest (Bolívia). Veja aqui o post.

camisas-de-tarde-005

 

 

 

 

18- Seleção da Croácia. Veja aqui o post.

final-de-semana-221

 

 

 

 

19- Nacional (SP). Veja aqui o post.

final-de-semana-2301

 

 

 

 

 

20- Ferroviário (CE). Veja aqui o post.

final-de-semana-235

Published in: on 12 de janeiro de 2009 at 5:37 PM  Deixe um comentário  
Tags: , ,

17- Camisa do The Strongest

Tenho grande admiração pelos times de países onde o futebol não é tão presente na grande mídia, e a Bolívia pode ser considerado um desses países.

Ultimamente, só esteve presente nos noticiários internacionais graças ao veto da FIFA aos jogos nas grandes altitudes, e pelo visto, sequer disputará a Copa do Mundo de 2010.

Bom, e a camisa de hoje é de um time que está comemorando este ano seu centenário, o The Strongest. Seu site oficial é o www.clubthestrongest.com .

the_strongest

Fundado em 8 de abril (aniversário de Santo André, por coincidência), de 1908 em La Paz, por um grupo de jovens que haviam acabado de prestar o serviço militar juntos, nessa época chamavam o time apenas de “Strong”.

As cores do uniforme (amarelo e negro) são uma homenagem à “Chayñita”, uma ave da região.

chaynita

Encontrei um vídeo no youtube mostrando vários anos de formação do time, vale a pena dar uma olhada:

Algumas de suas barras possuem sites bem legais, dê só uma olhada: www.labullanguera.com , mas vale ressaltar, que segundo li num blog bem legal (veja aqui), lá na Bolívia ainda é possível se assistir a um clássico sem preocupação com a violência. Veja um vídeo feito das arquibancadas do estádio:

O The Strongest manda seus jogos no Estádio “Rafael Mendonza Castelló“, com capacidade para 20.000 pessoas, e uma vista maravilhosa.

mendoza_castellon_a21

Se é ou não o mais forte, nunca saberemos, mas o time já ganhou 34 Campeonatos Bolivianos, e segue dando as caras em Libertadores e demais competições.

Pra finalizar, relembro que essa e outras camisas de times ou da própria seleção da Bolívia, você encontra na feira Boliviana que ocorre todo domingo no Pari (veja mais infos aqui).

Força Bolívia! Força The Strongest!

13- Argentina

A camisa 13 é bastante representativa. Nas últimas décadas, a seleção Argentina substituiu o Uruguai como ícone de uma enorme rivalidade com o futebol brasileiro.

Muito disso foi causado pela mídia burra e manipuladora que insiste em transformar grandes jogos em grandes brigas.

Mas acredito que cada vez mais isso está diminuindo, e a prova maior disso é o número de camisas da seleção e dos clubes argentinos que se pode ver nas ruas das cidades brasileiras.

As duas camisas acima são da Argentina, porém a de número 10 é uma camisa comemorativa ao título mundial de 1986 (aliás, ela foi presente do grande amigo Guga, talentoso redator, brilhante profissional de Marketing, além de basqueteiro falido e baterista esperançoso).

Campeões de 1986

Campeões de 1986

Eu confesso me identificar muito com o jeito do jogador argentino, que valoriza mais a identificação e dedicação do que a “firula” e a humilhação. Mas não sou inocente de não perceber que a seleção argentina também passa por um momento delicado e já conta até com uns jogadores que as vezes dão uma de “estrelinha”.

Como superar isso? Que tal chamar a maior lenda do futebol para dirigir a seleção? Para alguns parece piada, pra mim, parece mágica, é ótimo poder vê-lo dentro de campo em pleno século XXI.

6502064P WORLD CUP FINAL

Bom, só pra constar, na minha última ida à Buenos Aires e influenciado pelo meu curto mas esforçado tempo de treino de rugby, comprei a camisa do PUMAS (a eleção Argentina de Rugby), segue-a:

E pra terminar, como sou um profissional da publicidade acho que consigo através de uma pequena sequência de comerciais mostrar um pouco da diferença entre nossa cultura. Se para muitos soa estranho fazer propaganda de cerveja sem apelar pro clichê machista da mulher em biquíni, veja como se cria uma marca de cerveja!

Essa última, da Coca  Cola todos achavam ter sido feita pro Brasil…

10: Camisa do União São João de Araras

A décima camisa é de uma equipe do interior de São Paulo, o União São João de Araras, fundado em janeiro de 81, e que ficou mundialmente conhecido por ter revelado o cantor lateral Roberto Carlos. Além disso, foi o primeiro time brasileiro a se tornar clube-empresa. O site oficial do time é www.uniaosaojoao.com .

Peguei essa camisa lé em Araras, num dia que fui apresentar um projeto para uma empresa local (o laboratórios Zurita). Rodei a cidade toda e não encontrava nem pirata nem original, fui encontrar essa última como peça de mostruário e num preço bem salgado. Além disso, ao sair da loja, meu carro havia sido multado (tinha parado na zona azul e nem tinha percebido).

Como a cidade possuia uma grande quantidade de Araras às margens dos belos rios e bosques, desde sua formação (segunda metade do século XIX), o mascote do time (e o nome da cidade) acabou sendo a própria ave.

 

O próprio distintivo leva a Arara estilizada (numa versão mais moderninha):

 

 

Em 1996, o União conquistou a série B do brasileiro, seu título mais importante que o levou a disputar a série A em 1997. Infelizmente a partir daí foram apenas quedas. Em 97 caiu pra série B e em 99 pra série C. Atualmente (2008) na A2 do paulista, não disputará a série C 2009.

 

 

Time campeão em 1996

Time campeão em 1996

 

Uma pena para um time que chegou a montar um ótima estrutura para o futebol. Aliás, o estádio do União chama-se Doutor Herminío Ometto Raimundo e tem capacidade para 22 mil pessoas (embora , com as novas normas de segurança nos estádios, não receba mais que 16 mil). Foi nesse estádio que Rogério Ceni marcou seu primeiro gol, em 1997.

 

 

Um outro site interessante sobre o futebol de araras é o : http://futebolararense.sites.uol.com.br/

E só pra citar, não sei se o pessoal da Unigarra ainda está na ativa, mas era a principal torcida organizada do time. Abraços aos torcedores de Araras (que sempre nos receberam tão bem quando o Santo André jogou lá).

6- Camisa do Boca!

Duas belas camisas que marcam épocas diferentes. Ambas vieram de Buenos Aires, a de mangas compridas minha mãe trouxe há quase 10 anos e a outra eu mesmo comprei numa das úlimas visitas que fiz à Argentina.

Sempre admirei o Boca, mas confesso que o fato dele estar se tornando um time “popular” no Brasil me deixa um pouco chateado. Não gosto quando paixão se transforma em consumo de massa, mas… Deixemos isso prum outro post.

A história do Boca Juniors é cheia de momentos mágicos. O primeiro deles, seu nascimento, em 1905, quando um grupo de jovens de La Boca se reuniu para fundar o clube.

A escolha do nome misturou “Boca”, do bairro de onde vinham à palavra inlgesa “Juniors”, que foi um jeito de deixar o nome menos agressivo (algumas pessoas tinham certa repulsa por la Boca, por ser um bairro periférico).

Aliás, o bairro La Boca é um bairro com muitos imigrantes italianos, por isso até hoje os torcedores do Boca se chamam de Xeneizes (filhos da cidade de Xena, que é como chamam Gênova).

A primeira camisa do Boca foi celeste escura. Depois foi uma de lã, azul e branca, com listras verticais, que perderam o direito de usar (esse direito foi disputado num jogo contra  um time que também usava as mesmas cores).

Assim chegou-se às cores atuais (azul e amarelo), inspiradas por um navio sueco que passava pelo porto.

O estádio é outro ponto diferenciado do Boca. La Bombonera é um espetáculo a parte e quem ama o futebol, deve visitá-lo ao menos uma vez na vida.

futebolestrategia.wordpress.com

Imagem do blog: futebolestrategia.wordpress.com

 

Para quem tiver a chance de visitar La Bombonera, há um museu (belo e muito emocionante) onde podem ser vistas as camisas, troféus, fotos, vídeos e muita informação. Uma prévia: www.museoboquense.com/home

Além de uma bela camisa e estádio, o Boca teve Diego Armando Maradona, em 1981 e depois em 1995, quando encerrou sua carreira como jogador.

Não creio que caiba nesse post tudo o que Maradona fez e representa. Sempre existirá a polêmica Pelé x Maradona, onde minha opinião é… Maradona.

Aliás, ele deve ser apresentado ainda essa semana como novo técnico da Argentina, quer apostar?

Gracias por existir, Dios...

Gracias por existir, Dios...

O site oficial do time é www.bocajuniors.com.ar/

E que venha a sétima camisa….