Argentina x Brasil – A visão da mídia esportiva

Brasil x ARGENTINA

Deixei passar um tempo desde o dia que vi este anúncio para poder escrever esse post e ouvir os comentários sem a influência do jogo ou mesmo do placar, independente de quem vencesse.

Antes de mais nada, deixo expresso que acho a ESPN um canal corajoso, inovador, dedicado e muito interessante.

Já vi vários documentários que eles fizeram sobre "lugares não comum" no futebol, e sem dúvida são um dos principais fomentadores não só do futeobl mas dos esportes em geral.

Até mesmo por isso, não posso deixar de dizer que foi no mínimo um erro o anúncio que convidava os telespectadores a assistir o jogo pelo canal pago.

Numa época de tanto ódio e ignorância vivendo próximos, a associação do esporte com a guerra me soa rude, desnecessária, triste e perigosa.

Particularmente me incomoda muito mais porque eu e a Mari temos ido sempre que possível para Argentina e consideramos alguns amigos de Buenos Aires como parte da nossa família.

Soma-se isso à admiração que sempre tive pelo estilo portenho de se jogar e pelas bandas de punk rock de lá que sou fã (Doble Fuerza, Ataque 77, Muerte Lenta, Argies, entre outras), e o resultado é uma relação de admiração, respeito e de "rompimento de fronteiras", onde não existe lugar para essa necessidade de separar, dividir e comparar num sentido competitivo as duas culturas.

Em terras portenhas nunca tivemos qualquer problema relacionado à Xenofobia ("ódio/medo de estrangeiro"). E olha que normalmente fazemos um rolê que até passa pelo lado turístico, mas que é muito mais presente no lado "cotidiano" de Buenos Aires, o que quer dizer ônibus, caminhadas de quadras e mais quadras, Estádios, cinemas, Shows, bairros longínquos, etc.

Sendo assim, sinto me a vontade para dizer que a ESPN perdeu a oportunidade de mostrar algo muito mais criativo e construtivo do que foi apresentado. Um cogumelo de fumaça, índice de uma bomba. De um embate entre exércitos inimigos, de guerra. De ódio. De morte.

Me pergunto se existe como mensurar o resultado de um anúncio como esse, mesmo sabendo que é impossível saber quantas pessoas decidiram assistir ao jogo pela ESPN graças ao anúncio.

Vou tentar enviar este post aos responsáveis pelo anúncio da ESPN para ouvir a opinião deles.

Porque pra mim, tinha tanta coisa legal melhor que poderia ser usada ao invés da "bomba". Temos tanta coisa em comum, do amor ao futebol, passando pela música, aos problemas sociais…

Desculpem, mas para mim, esse papo de que brasileiros e argentinos se odeiam é papo de jornalista que não percorre as ruas a pé. Que vive na redação até bem tarde. Ou, no caso, de publicitários que preferem utilizar o "caminho padrão", a solução que fica numa caixinha, ali na prateleira, pronta para ser usada quando possível, ao invés de pensar em algo inovador.

Essas são as pessoas que por tanto tempo alimentaram e enviesaram corações e mentes dos brasileiros.

E é por isso que agradeço ao poder da internet, onde, ao menos para você que lê esse post até aqui, minha voz e opinião tem o mesmo peso do que produzem jornalistas e publicitários "padrão".

Tenho visto que muitas pessoas começaram a despertar desse transe, e por incrível que pareça, principalmente nas periferias do Brasil. Lá, é cada vez mais comum se encontrar pessoas usando camisas da Seleção Argentina, do Boca, River, Racing e outros times.

Não sou o dono da verdade e nem peço uma aproximação forçada entre brasileiros e argentinos, mas termino esse post perguntando se faz mesmo sentido para nós, cidadãos comuns, manter essa "rivalidade ignorante", sem questionar jamais.

Por favor, comente, diga se sou só eu que acho errado esse movimento da mídia para criarmos (ou mantermos) tal rivalidade.

Pra fechar, algumas frases do som "Disturbios" do Doble Fuerza, banda punk de Bs AS:

"…Violencia en las canchas, violencia en la ciudad…
…Ellos no lo comprenden, pero lo van a comprender
La juventud separada es mas facil de vencer…"

E um pouco do Ataque 77 mostrando que existe sim admiração entre as culturas:

Anúncios

The URI to TrackBack this entry is: https://asmilcamisas.wordpress.com/2009/09/19/argentina-x-brasil-a-visao-da-midia-esportiva/trackback/

RSS feed for comments on this post.

6 ComentáriosDeixe um comentário

  1. A verdade é que para a mídia,a seleção “tv globo” (brasileira??) de futebol necessita de um rival a altura ou seja, a Argentina. E a rivalidade futebolistica que a mídia criou, inflama os imbecis que dizem odiar os argentinos, sem ao menos conhecer um deles…triste sinas dos brasileiros…sempre dominado pela TV. Agora não podemos esquecer que a mídia argentina também provoca esta rivalidade,apesar de nunca declarar ódio aos brasileiros.
    Mudando de assunto, o blog é fantástico!!Parabéns!!E…será que A77AQUE voltará a tocar em SP,apesar da saída do Ciro? Ojalá que si!!

    Abraços!

    • Oi! Pois é… Mídia sempre será mídia.
      E o que a caracteriza é a troca: Informação x $$$ .
      Ou seja, por mais que jurem, sempre estarão presos à grana.
      Sobre o A77aque, das outras vezes eles foram muito gente boa e humildes. Nunca nos cobraram cachês fora do nosso alcance e chegaram a pagar as próprias passagens nas primeiras tours por aqui.
      Agora, sem o Ciro, pelo que eu vi no site deles o animo se manteve. É questão de esperar e torcer!

  2. oi amor

    eu me considero um pouco argentina, tbm só posso me considerar assim pela boa hospitalidade e carinho que somos tratados todas as vezes que fomos lá.

    Agora em relação a criatividade ou melhor- a falta dela eu só tenhho que lamentar, é impressionante ver que algumas pessoas se guiam por erros, como este da propaganda.

    SÓ NÃO GOSTA DE ARGENTINO QUEM JÁ TRATOU MAL ALGUM OU É FOLGADO.

  3. […] vale comentar a homenagem feita pela ESPN (a mesma que eu critiquei aqui) no fantástico programa Loucos por […]

  4. Acredito que o sentido ideológico dessa rivalidade criada pela mídia, seja a de não percebermos o quão melhor a Argentina trata as questões sociais e políticas que são parecidas com as nossas. Transporte barato, espaço público de qualidade, universidade para todos, direito a parar o transito para reivindicar, de greve e manifestações, teatro barato, cinema acessível, analfabetismo quase zero, bem, são algumas conquistas da sociedade Argentina que também terceiro mundo mostra como não são tão dificéis as coisas assim quando se tem espírito cívico e um mínimo de cidadania.

  5. […] vale comentar a homenagem feita pela ESPN (a mesma que eu critiquei aqui) no fantástico programa Loucos por […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: