3 dentro, 3 fora

O objetivo desse post é cumprir uma promessa feita há mais de 10 anos para meus amigos do time Garotos Podres.

Naquela época, costumávamos passar as férias e todo tempo livre possível, em Itanhaém, no Satélite, uma mistura de clube e colônia de férias.

Era um período mágico, sem maldades, onde muitas amizades eram cunhadas para eternidade. Lembro que não era fácil voltar pra casa sem ficar uma semana em depressão.

O futebol “oficial” do clube (as 18hs, no campo) era o objeto de desejo de todos, parecia até que seria transmitido pela Globo.

Como eu e os demais “Garotos Podres” odiávamos esperar quase 1 hora pra jogar no máximo 2 jogos, tentávamos jogar em horários alternativos, como por exemplo, logo depois do almoço.

Resumindo, normalmente tinhamos a quadra ou o campo, e no máximo 6 pessoas e o jeito era jogar 3 dentro, 3 fora.

Depois de quase 40 dias jogando, era normal que tivéssemos modificado um pouco o jogo original e criado um “Manual de Regras” que é pela primeira vez oficializado.

Vamos às regras:

1- O início

1.1- A definição

O jogo não pode ser agendado.

Ninguém pergunta “Vamos jogar 3 dentro, 3 fora?”. O jogo nasce no momento em que uma pessoa percebe que não existe córum para uma partida oficial e simplesmente grita “Linha“.

1.2- As posições 

Só existem 2 posições para se jogar “3 dentro, 3 fora”. Na linha ou no gol.  

1.2.1- A linha

A linha é composta oficialmente por 3 atletas, mas é aceitável que seja disputada com apenas 2 jogadores, em situações atípicas.

Após o primeiro atleta ter gritado “Linha!”, ainda existirão 2 vagas a serem prenchidas com a mesma metodologia, ou seja, gritando “Linha!”. 

Oficialmente, a função da linha é fazer gols, entretanto, como veremos no decorrer do manual, o “3 dentro, 3 fora” é um jogo de interesses, e muitas vezes pode haver complôs para favorecer a formação de uma linha só com jogadores amigos. É a chamada “panela”.

1.2.2- O goleiro

O goleiro tem como função principal prejudicar os atacantes, forçando-os a chutar para fora. Além disso, deve defender o gol para não ser eliminado.

O ocupante da posição “goleiro” se define assim que um indivíduo, perceber que 3 de seus amigos já gritaram “Linha!”, ou seja, não cabe mais ninguém na posição. Assim, como é melhor participar do que ficar esperando e para que a posição de goleiro seja ocupada, deve ser gritado “Primeiro Goleiro!”.

Todos os demais são reservas do goleiro, e definem sua ordem com gritos como  “Segundo Goleiro!” até que todos tenham gritado algo. Lembre-se de castigar o último, porque no fundo ele não queria jogar e só o fará porque todos seus amigos jogarão e ele não terá com quem ficar.

 

2- A saída de bola

É o goleiro que inicia o jogo. A bola tem que sair de suas mãos. Caso a bola tenha saído com os atacantes, o goleiro pode tentar o blefe deixando os atacantes atacar pra ver até onde irão. Se fizerem o gol, o goleiro pode “melar” dizendo que a bola não saiu de suas mãos. Entretanto, se for pra fora, os jogadores da linha também podem melar alegando o mesmo.

 

3- O jogo

3.1- Como validar gols

Só são validados os chamados “gols de primeira”, o que significa um chute, cabeçeio ou demais “golpes” em uma bola que foi passada por um companheiro ou pelo goleiro, e que não tenha tocado no chão.

3.2- Como eliminar o goleiro durante o jogo

Durante o jogo, o goleiro será eliminado de duas maneiras :

– Quando sofrer 3 gols feitos com o pé (daí o nome “3 dentro, 3 fora”)

– Quando sofrer 1 gol de cabeça.

3.3- Como eliminar um jogador da linha durante o jogo

Durante o jogo, o goleiro pode eliminar um jogador da linha de duas maneiras :

– Quando 3 bolas forem chutadas para fora, o jogador da linha que chutar a última bola será excluído.

– Quando um jogador cabeçear uma bola para fora, estará eliminado.

 

4- A decisão por penaltys

Quando o goleiro sai da área e pega a bola com a mão o jogo é paralisdo para cobrança de 3 penaltys. A contagem do jogo segue durante a cobrança.

4.1- A ordem dos batedores

A ordem dos batedores é definida orlamente através de gritos como “Primeiro” e “Segundo”. Por razões óbvias não se grita “Terceiro!”.

4.2- Como eliminar o goleiro nos penaltys

O goleiro será eliminado se os jogadores da linha converterem penaltys suficintes para somarem 3 pontos pra linha, sem que o goleiro o faça. Por isso normalmente o goleiro só usa este recurso quando já tem no mínimo um ou dois pontos conquistados, ou seja terá que pegar um ou no máximo dois penaltys para vencer a partida.

4.3- Como eliminar um ou mais jogadores da linha nos penaltys

O goleiro elimina jogadores quando completa 3 pontos, durante a defesa dos penaltys. Por exemplo, se no momento do pedido de penalty, o goleiro já tiver 2 pontos a seu favor, todos os jogadores que perderem seus penaltys serão eliminados. Se isso acontecer, uma nova linha será formada com o goleiro que estava disputando o embate e mais os dois próximos.

 

Algumas manobras e manipulações permitidas

5.1- O desafio

Uma das maneiras do goleiro tentar uma rápida assenção à linha é desafiando o jogador arremessando a bola inicial; do jogo para um cabeçeio. Claro que deve ser feito forçando o cabeçeio pra fora, e desafiando a coragem do jogador de linha, que não é obrigado pela regra a aceitar, mas moralmente será um covarde se fugir.

5.2- Lançamento violento do goleiro

Uma das maneiras do goleiro marcar pontos é arremessando a bola violentamente contra algum jogador da linha, visando que a bola bata no mesmo e saia pela linha de fundo. É uma manobra válida se feita uma vez, sob a alegação de um descontrole de forças momentâneo, mas que se repetida, pode soar como apelação. Nesse caso, cabe à linha coagir moralmente o arqueiro violento.

5.3- A bica

A pergunta que não quer calar é “Vale bica?”. Valer, vale, mas lembre-se, esporte é vida, é pra fazer amigos, então não exagere. Siga a mesma recomendação do ítem anterior, se for fazer, que não se repita.

5.4- Escanteios “sem corte”

Quando a bola  for para escanteio, a linha pode apelar para um passe livre gritando “Sem corte”. O goleiro pode se defender gritando (antes, é claro) “Com corte”. Se a linha gritar primeiro, significa que o escanteio pode ser batido para um outro atleta sem que o goleiro intercepte o passe. Caso ele intercepte será marcado uma penalidade máxima.

Essa é a primeira versão do famoso livro de regras, caso queira colaborar, por favor, comente!

Anúncios
Published in: on 20 de maio de 2009 at 4:33 PM  Comments (14)  
Tags: , , , ,

The URI to TrackBack this entry is: https://asmilcamisas.wordpress.com/2009/05/20/3-dentro-3-fora/trackback/

RSS feed for comments on this post.

14 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Quando eu jogava este jogo que você citou, chamávamos melê, e pra jogar na linha tinha gritar primeiro melê!

    Legal a cartilha!
    AHSuASHuhaS

    • Bem lembrado, nós também chamávamos de melê! Mas sei lá porque, pra mim o nome 3 dentro 3 fora é mais…”clássico” heheheheh

  2. Cara,
    Isso remete a minha infância !
    O engraçado é que vi um post seu lá de baixo e diz que ganhou uma camisa (Chapecoense eu acho) de um amigo seu de Cosmopolis, e eu sou de lá tambem, hehehe …
    Ô mundo pequeno rapá, muito legal!!!!
    Então cara, sempre joguei 3 dentro, 3 fora tambem (tô com 28 anos agora) e só meus pitacos das nossas “regras” lá em Cosmópolis que não difere muito das que tu jogava em Itanhaem:

    1.1 – A Definição

    A diferença é que começava com o pior ou mais novo no gol, por não ter moral com quem já era “boleiro”, ou na pior das hipóteses rolava um “2 ou 1” básico !

    3.2 / 3.3 – Como eliminar goleiro / linha

    Não tinha essa de 1 cabeçada já ter esse poder, o lance era 3 dentro ou 3 fora mesmo, tanto de pé, de bunda de cabeça e tal.

    E um detalhe que tu não colocou, não se se rolava era de só valer fazer gol de pé fora da “area” e dentro dessa area imaginaria só valia de cabeça, se fizesse gol de pé dentro da area, valia um fora pro goleiro, ou xabu total, pq quem tava na linha podia argumentar que não viu a “linha” da area, que era feita por um chinelo sobrando ou riscando um tijolo, pra fazer a “arinha”.
    Não sei se tu jogava com area tbm, pq na minha rua as traves eram o poste ou as arvores ou portão com aquela “moldura” maneira que servia até te travessão (luxo, praticamente um Emirates Stadium).

    Bom cara, é por aí !
    Se tiver te ajudado, valeu e tenho uma pequena coleção de camisas tambem, acho que umas 25 só, depois posto lá no meu blog.

    Abs !

    • Po, acho que 3 dentro 3 fora fez parte da infância de muita gente.
      Eu confesso que até hoje se tiver oportunidae, ainda jogo.
      E Cosmópolis is the city, man!!!

  3. Eu morei em São Vicente tambem, depois um pouco em Santos e agora instalado no Guarujá (só faltou PG), o nome era “lelê gol”, rolava na praia e tbm na rua, será derivado do “melê” ?
    Curioso … hehehe !
    Mas no interior era só 3 dentro, 3 fora e sugiro para o próximo post, a não tão menos importante … Rebatida ou “Rêba” !
    Abs !

  4. Falae ratuera, sumido mano, saudações alvinegras.

  5. fala meu, tudo bom?

    cara, qdo eu jogava, tinha um lance também à favor do goleiro. se o cara pegasse a bola sem pingar no chão, era ponto pra ele. se fosse uma cabeçada, o goleiro ia pra linha direto.

    muito bom o post. joguei muito 3 dentro, 3 fora…

    abraço

  6. […] + Futebol= Zauf Spiel Bom, eu já falei do fabuloso e tradicionalíssimo jogo “3 dentro, 3 fora“, principal e mais conhecido jogo derivado do futebol, mas em terras alemãs, conheci um novo […]

  7. Pessoal da uma ideia ai… como fazer um campeonato de 3 dentro, 3 fora??

  8. […] um jogo banal, mas o blog As mil Camisas dedicou um post a este jogo, reunindo e esclarecendo as regras. Assim, quando daqui a um milhão de […]

  9. Boa ideia pessoal, seria bom q esse derivado do futebol fosse profissionalizado…. Foi uma das brincadeiras preferidas da minha infancia, apesar q ainda as vzs jogo com os colegas……

  10. Baaahhhh, muito bom cara, hahaha, joguei muito isso quando era guri. Boa cara, ganho uma estrelinha

  11. maneiro suas dicas sempre jogo 3 dentro 3 fora ou “mele” que é como alguns dizem aqui com meu amigos

  12. E quando o goleiro sai na linha toma a bola e a leva driblando até a areá e a pega com as mãos, nesse caso o ultimo a tocar na bola, deveria ser excluído da linha dando lugar ao goleiro autor da façanha que não é fácil!!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: